11 de ago de 2015

[Especial] One Piece 18 anos. Equipe Um Pedaço




Fala pessoal. Nós da equipe Um Pedaço não podíamos deixar passar a comemoração dos 18 anos de One Piece sem dizer algumas palavras sobre essa obra que nos marcou tanto. 

Seja para alguns de nós que conhecem o mangá a quase uma década e meia ou para quem conhece a pouco mais de um ano, o senhor Eiichiro Oda foi capaz de criar uma história que não só nos envolveu com a trama, mas nos envolveu a um nível pessoal para que hoje nós possamos estar aqui compartilhando essas palavras com vocês.

Esse é um post conjunto feito pela equipe. Nem todos puderam escrever, mas isso não diminui o amor que cada um de nós sente pela obra. Então lá vamos nós o/



"Semana passada One Piece completou dezoito anos. Desses dezoito anos eu acompanho a treze. Comecei lá em 2002 quando o mangá chegou aqui pela Editora Conrad. No início eu não dei muito bola, tava com a grana curta por comprar outros mangás e inclusive achei o traço muito estranho, isso me afastou um pouco.

Graças a um grande amigo meu, que já conhecia a obra no Japão e fez questão de comprar, (na época ele não comprava mangá, até sair One Piece) ele me emprestou os volumes que tinham sido lançados e eu comecei a ler o mangá. A partir desse ponto começou essa grande saga de mais de uma década que me traz até aqui hoje.

Eu poderia parar pra analisar a história e o quanto de filosofia e críticas sociais ela traz pra nós, as facetas dos personagens e o quanto eles são carismáticos, mas eu prefiro me focar num outro ponto que é o quanto One Piece foi capaz de me levar por caminhos que me fizeram conhecer algumas das melhores pessoas que hoje são parte da minha vida e a estar na melhor equipe que eu poderia estar. Eu não vou me alongar muito mais. Valeu Oda, valeu One Piece, por ter me permitido conhecer esses grandes amigos e companheiros ao longo dessa jornada"

One Piece me ganhou aqui, no primeiro capítulo xD

"Há quanto tempo acompanho One Piece?

Bem, eu já recontei essa história muitas vezes, acho que está na hora de mudar um pouco. Conheço One Piece desde 2002, justamente quando ele foi lançado pela primeira vez aqui no Brasil, pela Conrad. O tempo pode até assustar algumas pessoas, mas pelo que lembro bem, só fui ficar fã de fato uns 2 anos depois do lançamento. São 13 anos de estrada e muita história para contar, é até difícil escolher uma só.



De todo jeito, One Piece fez 18 anos. Nem parece que é tão velho assim, e nem me dei conta dos anos que se passaram até então. Olho pro passado e vejo que One Piece sempre esteve ao meu lado, afinal, tinha apenas 9 anos quando comecei a ler. Sinceramente, não sei dizer se consigo ficar sem essa história hoje. 

Toda vez que eu digo algo do tipo, as pessoas não acreditam muito bem. Pois é, não é mentira mesmo, não é redundância. One Piece tem um significado na minha vida que vai muito além de uma história em quadrinhos. One Piece me proporcionou um dos primeiros choros na minha trajetória dos mangás. One Piece me deu a chance e coragem de escrever mais nos fóruns de discussão, de abrir algo muito importante até hoje: me expressar. One Piece me proporcionou risadas e conversas no Raid e Skype. One Piece me proporcionou conhecer um mundo louco dos vloggers. One Piece me proporcionou conhecer pessoas espetaculares. 

Hoje, One Piece não para de me surpreender. Mesmo eu questionando as sagas, personagens (e até o Oda, weee), mesmo com a Pah revolts em algumas semanas, One Piece ainda me apresentou a pessoa mais incrível que já conheci. Não, gente, não é a Robin, é uma pessoa de carne e osso mesmo. 

Internamente, bem lá na minha construção de personalidade, eu sei que todo meu otimismo e minha mania de sempre unir as pessoas veio do quanto levei One Piece com carinho no coração. Além de todos os sentimentos maravilhosos e ensinamentos que carrego comigo até hoje, One Piece me deu algo que não há nada que pague, não há valor estimado para algo tão importante assim, o amor. Então...minha gratidão não só será eterna, mas será sempre intensa, aquela gratidão que traz nostalgia e um sorriso no rosto."




 "Bem, eu não estou propensa a falar mais uma vez de como eu conheci One Piece, mas sim, sobre como essa história reverberou em minha vida. Sou novata, é verdade, conheço a obra há aproximadamente 4 anos, mas nunca senti tanta vontade de me aprofundar em algo. E foi graças a essa paixão (paixão esta de uma vida) que me mudou totalmente. Não só pelo conteúdo brilhante que engloba ensinamentos valiosos, mas também pelas pessoas que eu fui conhecendo ao longo da minha jornada. Eu só sou 60% do que eu sou hoje graças a One Piece. Eu nunca senti algo tão forte como sinto lendo o mangá do sr. Oda. Xingar muito, surtar, chorar, rir, me emocionar, toda semana esse mix de sentimentos me atravessam de uma maneira brutal, mas quem disse que consigo largar essa intensidade? É uma tradição que moldou até mesmo uma rotina em minha vida: esperar os spoilers de madrugada, surtar muito (ou não) com as informações, baixar o anime, ir até a banca de jornal pegar a edição nova. Confesso que tenho altos e baixos com frequência (principalmente em Dressrosa), tento até espairecer me focando em outras mídias (filmes, séries, hqs, livros), mas não adianta. Meu coração sempre vai me cutucar e falar "saiu One Piece, por que você não leu ainda?". Tá boooom, coração, eu leio o capítulo por você!

O Oda já disse uma vez que o One Piece não será os laços de amizade que Luffy fez em sua jornada. Mas, analisando minha vida de uma forma objetiva, eu já encontrei meu tesouro. Já me sinto completa e realizada só de ter a oportunidade de ter conhecido pessoas que mudaram minha vida (e ainda mudam) e me sentir acolhida em uma família que não possui laços de sangue.

Sim, eu posso ser ingrata às vezes, mas não tem como não carregar tudo isso dentro do meu coração com o maior carinho. Obrigada, Sr. Odacchi! Muitos anos de vida e pelo amor de god não morra antes de terminar seus outros 18 anos de mangá!"


"Não sei nem por onde começar a descrever a importância de One Piece na minha vida. É incrível olhar para trás e perceber o quanto uma obra influenciou no que me tornei hoje, sou completamente diferente da garota que começou a lê-la pela primeira vez há três anos e meio! Aprendi muitas lições, coisas que tento carregar sempre comigo e conquistei o meu maior tesouro: os grandes amigos formados aqui na Um Pedaço. Isso para mim é inestimável. Cada vez mais admiro o Oda por ter criado um mangá tão singular capaz de unir diversas pessoas dessa forma. Como um grupo que nunca se viu antes, pois cada membro mora em um extremo diferente do país, poderiam se conhecer? Tornarem-se amigos!? Sem One Piece para ser esse elo NADA disso seria possível! Não consigo sequer imaginar o imenso vazio sem a Família Um Pedaço me fazendo feliz diariamente. Na minha opinião, esse é o maior mérito da obra! Não se trata de seu número colossal de vendas, mas justamente da capacidade de ir muito além de suas páginas, se materializando em algo a mais nas nossas vidas!

E como expressar a torrente de sentimentos e emoções ao ler/assistir essa série pela primeira vez? Não importa quantas vezes você já reprisou a história, a primeira vez sempre será inesquecível. Pois sem sabermos o que viria pela frente nós acompanhamos Luffy em sua jornada! No início, talvez alguns não tenham criado um apego muito forte por esse garoto borrachudo com um sonho insano, mas com o passar dos capítulos/episódios pudemos conhecê-lo melhor, começamos a admirá-lo por sua notável determinação, a rir de suas idiotices... passamos a torcer e viver com ele e não só com ele! Vimos uma tripulação ser formada aos poucos cada membro com sua especificidade, criamos vínculos, nos emocionamos com o passado de todos. Nós fomos capazes de crescer juntamente com os personagens e acabamos nos tornando parte desse bando também (#somostodosmugiwaras XD).

Eu poderia citar todos os momentos mais marcantes da obra o dia inteiro, tudo que me fez chorar até ter dores de cabeça XD Mas vou contar algo um pouco diferente... não sobre o quanto One Piece me emocionou, mas o quanto foi capaz de me consolar no momento mais complicado. 

Mais ou menos na mesma época que comecei a assistir o anime eu perdi meus avós, foi muito difícil pois ambos partiram em um intervalo muito curto de tempo, mal havia me recuperado da perda da minha avó e meu avô partiu logo em seguida... A notícia veio fulminante, da pior maneira possível. A única coisa que conseguia era chorar até as lágrimas secarem. Minha prima mais nova estava inconsolável, pior do que eu. Minha mãe pediu para ajudá-la, a fizesse esquecer um pouco do assunto. Como!? Também não sabia lidar com a situação, como consolar minha prima estando igualmente desolada!? Eu não possuía nenhuma frase bonita para dizer... até me lembrar de One Piece. Comecei a assistir junto com ela, conversar sobre... e aos poucos isso a fez sorrir e por alguns minutos pude esquecer um pouco da dor, dar um sossego para meu coração e também sorrir um pouco com as idiotices do Luffy (só não foi mais efetivo porque chegamos no passado da Nami e começamos a chorar de novo pacman emoticon ) 

Enfim, isso tomou um rumo meio pesado, porém essa foi a experiência que fez One Piece subir para um patamar completamente distinto de outras histórias que conheci, nenhuma se comunicou de tal forma comigo, nenhuma conseguiu passar tanto sentimento! Então, não é nenhum exagero dizer que essa obra mudou a minha vida completamente! Não só por sua história e seus personagens brilhantes (uns nem tanto... nem vou entrar no mérito dessa questão XD), mas por todos os momentos que ele conseguiu sair da tela ou das páginas para ser um pequeno consolo, transmissor de grandes ensinamentos e a ponte que liga todos nós como fãs e nakamas. Melhor encerrar por aqui, né? Já estou com Roberto Carlos feelings: Se chorei ou se sorri, o importante é que emoções com One Piece eu vivi! XD"


"Conheço One Piece há muito pouco tempo, pouco mais de um ano e meio. No começo já parecia muito interessante, mas eu nunca esperei que teria todo esse valor que tem para mim hoje em dia. A história, que me faz rir, também já me fez chorar. A lembrança das minhas reações perante aos acontecimentos é algo único, mas não é apenas isso que tornou esse mangá tão importante na minha vida.

Fui apresentada ao anime pelos meus primos quando estávamos todos reunidos, passamos a noite assistindo vários episódios juntos. One Piece de certa forma tornou a minha família mais unida que já era, é sempre um assunto em nossas conversas, dizemos que esse é o “mangá da família”.

As mensagens que One Piece trouxe me influenciaram e até hoje influenciam em minha vida, eu cresci muito como pessoa (por quê em altura não muito XD). Se eu citasse tudo que One Piece me fez refletir, esse texto não teria um fim. Uma das que mais me inspiram é que eu devo correr atrás dos meus sonhos, lutar por eles, é por isso que meu personagem favorito é o Zoro, ele só é quem é por ter sido determinado a seguir seu sonho, por ter treinado e se esforçado por isso. 

Minha rotina mudou desde que comecei a acompanhar o mangá, me proporcionou muitos surtos pacman emoticon só de ler um spoiler, algumas revoltas, participação em discussões...One Piece está tão presente na minha vida que se eu disser a alguém que ainda não li o último capítulo, essa pessoa responderia “você não está bem”.

Por fim devo dizer que por causa dessa obra, conheci pessoas que já considero amigos, e hoje faço parte dessa equipe incrível da Um Pedaço, sem essa história, seria improvável que cada um de nós tivesse se conhecido, o Oda conseguiu criar muito mais que um mangá, fez com que amizades fossem construídas, afinal “Ninguém nasce nesse mundo para ficar sozinho!”, acho que esse laço que foi criado é de um valor inestimável, e realmente mudou a minha vida. Então fica aqui o meu imenso "Obrigada"."


"Bem, talvez eu seja um dos que acompanha One Piece relativamente "há pouco tempo". Pelo que me lembro, foi em Junho de 2012 quando eu dei uma chance ao anime de One Piece pela primeira vez. Anteriormente, só ouvia sobre ele, mas nunca tinha chegado a ver pela TV como algumas pessoas, nem começado pelo mangá.

Embora possa ser pouco tempo, a forma como One Piece gerou uma mudança na minha vida não demorou muito. Comecei a ver por indicação de um dos meus irmãos, e durante um tempo o enredo demorou a me cativar por inteiro, talvez porque eu esperava ver um personagem da história que me havia sido dito, o personagem em questão era o Chopper. No entanto, até o personagem aparecer, lembro que eu dava altas risadas com as cenas da Nami e Usopp por exemplo, visitando a ilha dos dois Gigantes de Elbaf. Além é claro de ficar sempre emocionado com cada história dos personagens que iam entrando no bando.

Algumas pessoas normalmente se identificam com o Luffy ou Zoro, mas em 2012 eu vivia um momento em minha vida bastante dificil emocionalmente, quando sequer acreditava em mim, então por indicação e também pela personalidade do Chopper na época, me identifiquei bastante com ele, e com os traumas e medos que ele vivia.

Como alguns mais próximos devem saber, tenho uma ligação forte com meus irmãos e são bastante importantes em minha vida. Não é atoa que a história de Ace, Sabo e Luffy e toda a irmandade deles se tornou muito especial para mim. Essa coisa da irmandade sempre foi muito presente pra mim na obra, eu via Chopper e Zoro como dois irmãos, num tipo de irmão mais novo e irmão mais velho. O modo como os dois tentavam proteger um ao outro, me fazia os ver dessa forma.

Além disso, toda as histórias de One Piece me ajudaram ainda mais a ver o mundo e as pessoas de maneira diferente, embora já tivesse ouvido coisas ali ensinadas por outros meios, foi em One Piece que amizade, irmandade, lealdade, carinho e amor começaram a ficar mais forte dentro de mim. Mudando meu jeito de ver o mundo, mudar minha personalidade, além de ter sido presente em um dos momentos mais difíceis da minha vida.

One Piece me ensinou que nós não nascemos pra ficar sozinhos. Nossos amigos, nossos irmãos, vão aparecer em nossa jornada, irão nos apoiar, irão nos proteger. E nós vamos cada vez ficar mais fortes para lutar pelos nossos sonhos e para protege-los

Um dos motivos iniciais quando quis criar a Um Pedaço, era porque queria que os fãs tivessem um contato ainda maior com a obra, que fosse um contato mais pessoal, como a obra proporciona.

Mas um desejo interno, as vezes pouco dito por mim, é que sempre quis poder ajudar as pessoas de alguma maneira, influenciar de maneira positiva e eu esperava que a Um Pedaço pudesse transmitir o que One Piece me transmitiu, e transmitir ainda mais o que One Piece significa para mais pessoas.

One Piece nos ensinou, nós da Um Pedaço esperamos transmitir, que você se lembre:

Nós não nascemos pra ficar sozinhos. Nós nascemos pra alcançar nossos sonhos. Nós podemos ser heróis, ou melhor, piratas! 

Nascemos pra ser livres."


Essas foram algumas das declarações feitas por nós da equipe Um Pedaço pra que vocês também conheçam um pouco mais da nossa relação com One Piece. Créditos da imagem de capa à Gi que fez essa ótima edição :) 

Espero que tenham gostado e até a próxima. o/


 
Copyright © 2014 Um Pedaço. Design por OddThemes