15 de jul de 2015

Devaneios: The Sound of Silence


Ué. Faz um tempinho que eu não escrevo para os "Devaneios", não é mesmo, meus caros? Vida de ademir não é fácil, exerço mil cargos que mal sobra tempo pra escrever algo pessoal. Mas chega de dar desculpas!

Hoje é um dia especial. Hoje, dia 15 de Julho, uma pessoa muito importante pra mim faz aniversário. Sim, ele mesmo, o mito, o divoso trevoso, o perfeito Donquixote Rocinante, ou para os íntimos, Cora-san s2.

Vou escrever um pouco a respeito dele, algumas curiosidades e, claro, porque eu admiro tanto esse personagem.

Atenção, atenção. Se você só acompanha o anime, feche esta aba e venha conversar comigo só depois do flashback do Law!

Donquixote Rocinante é o irmão mais novo de Doflamingo. Nos poucos momentos em que ele apareceu em sua infância, mostrou-se tímido e até um tanto quanto passivo frente às ações de seu irmão psicopata. Já pequenino, teve que se despedir dos luxos que só um Tenryuubito poderia ter, vivendo na simplicidade. Logo em seguida, perdeu sua gentil e amorosa mãe. Mas o sofrimento de um flashback do malègno Oda não para por aí. Ele também teve que aguentar as torturas dos cidadãos e lidar com a morte de seu pai (gentil e carinhoso como a mãe, mas ingênuo, convenhamos) pelas mãos de Doflamingo. E aceitar de boa como se nada tivesse acontecido.

Quanta dor esse pequenino teve que suportar. Desiludido, foi acolhido por Sengoku, que cuidou dele e o iniciou na Marinha. Acredito que ele tenha sido tratado com bastante amor à sua volta, ele merece!


Por esse Marine, eu viro pirata só pra me prender, flws.


Por fim, infiltrou-se novamente no bando do irmão psicopata para tentar impedir seu plano. Imagine o sofrimento e o sangue frio de Cora ao encarar Doflamingo depois de tanto tempo. Pior, vestir-se como ele, ficar calado todo esse tempo sob um pretexto e reconquistar a confiança do seu novo "capitão".

Entretanto, Cora-san era um ótimo ator. Conseguiu bem transmitir seu ódio contra crianças maltratando Baby-5, Buffalo e, mais tarde, Law. A princípio, não demonstrou compaixão nenhuma. Pelo contrário, atirou o menino da janela como se fosse lixo. Bem, Law deu o troco depois com uma facada bem no Cora-san (em ambos os sentidos).


Bem no Corazón!

Quem diria que aquele atrapalhado e desengonçado era... era mesmo desengonçado?! Roci podia fingir ser frio, detestar crianças, mas era um estabanado com um cora-san (os trocadilhos com essa palavra não vão parar tão cedo...) que valia ouro. Ao ver a dor do pequeno Law, ele teve de aguentar em silêncio (Nagi Nagi nessas horas é muito útil). Mas o estopim foi ter ouvido que o futuro Mingo era um D.

"O quê? Um D. virar um psicopata galinhoso 2.0? Não posso permitir!", provavelmente foi o que ele pensou. Então foi aí que ele revelou tudo ao pequenino. Mas o que fazer? Law iria morrer, não havia cura para sua doença, não havia esperanças. Bem, uma das coisas que Roci fazia saber além de tropeçar e fumar feito uma Maria Fumaça, era ser esperançoso. Nem que pra isso precisasse sequestrar a criatura...


Not today, pinky chicken!

Fugindo de Doflamingo e enrolando a Marinha, Roci e Law gastaram meses em busca de uma cura. Nenhum hospital era bom o suficiente, os médicos o chamavam de monstro por temerem aquilo que não conheciam. Muitas vezes, Law pensou em desistir. Mas Cora não. Ele sabia o que significava perder tudo o que ele um dia amou. Law merecia sorrir novamente. Alguém precisava ser seu porto seguro.

Vai ficar tudo bem... O Entei está a caminho!

Foi quando aquela luz no fim do túnel brilhou novamente. Doflamingo havia ligado para Cora a fim de informar sobre a Ope Ope no mi. Com aquela fruta, Law certamente seria capaz de se curar, já que possuía conhecimento em medicina! O problema seria roubar a fruta dos piratas antes que a Marinha ou o próprio bando se aproximassem. E foi o que Cora-san fez. Lutou com todas as suas forças, fez de tudo para que Law pudesse viver, mesmo que isso custasse sua vida... (pausa para as lágrimas)

Esta é a história de Donquixote Rocinante. Um adorável ser humano, tão adorável que, mesmo com todos os defeitos, pode ser chamado de anjo. E é agora que eu descreverei meus sentimentos em relação a esse personagem.

Como dito, Cora tinha muitos defeitos. Mas então por que eu gosto tanto dele?
Vamos começar com o fato de que foi graças à sua compaixão em relação ao Law que meu personagem favorito está vivo.
Segundo, que um personagem que me faz rir e chorar ao mesmo tempo já representa uma grande importância no meu cora-san. Sim, foi justamente naquela cena em que ele desabafa para si mesmo o quanto aquela facada não tinha doído nele, mas no próprio Law que sofreu tanto. Então, pela manhã, Law o chama de Cora-san pois havia escutado a conversa. E Roci apenas abre o bocão e arregala os olhos não acreditando. Tudo isso na mesma página, ODAAA! Me deixe digerir os sentimentos, poxa! :')



Éssidois éssidois

Terceiro, que esse rapaz sofreu de tudo e mais um pouco (vide seu corpo cheio de cicatrizes), mas que nunca deixou de lutar para que o mundo fosse um lugar melhor. Um Marine honrado, um rapaz solidário e amoroso, um exemplo a se seguir. Enquanto seu irmão só quis ver o circo pegar fogo, o único fogo que Cora iniciava era o fogo de seu casaco de penas enquanto acendia o cigarro.

Tudo o que Law é hoje, tudo o que ele fez na vida, foi pensando em Cora-san. E eu não diria que ele está errado, porque se eu estivesse em seu lugar, se o mundo tivesse virado as costas pra mim, mas uma única mão gentil me acolheu e deu a vida por mim mesmo eu não merecendo, certamente eu não deixaria barato.

Eu só consigo ver bondade e gentileza quando penso no Cora. Um char tão perfeito não deveria morrer, mas a vida não é justa, não é mesmo? Será que Law guardou a Nagi Nagi depois de sua morte? Espero que sim porque não vejo mais ninguém suficiente merecedor.

Cora, se eu pudesse te encontrar, apenas agradeceria por ter colocado a vida de outra pessoa à frente da sua. Uma vez, você disse que os Tenryuubitos eram inimigos naturais dos D. Mas você também era um Tenryuubito caído e deu sua vida pelo Law, um D. Tem noção de que você foi o único nobre a ter essa bondade em sua alma? Aff, Cora :'(

 Tem noção de quantos sentimentos por segundo você me magoou com essa morte, Oda?

Bem, eu sei que já remexi demais nos seus sentimentos, caros leitores, pois falar do Cora é falar de uma bondade que foi injustamente tirada de nós. Mas eu sei que ele, mesmo tendo sofrido ao ver de longe seu irmão psicopata quase matar o cara que ele deu a vida pra salvar, agora pode descansar em paz. Sua missão, acima de tudo, era impedir Doflamingo de dar um golpe em Dressrosa. Vergo botou tudo a perder, o país sofreu durante muitos anos, mas agora tudo mudou. Graças à Aliança Pirata, um fardo foi retirado de ambas as costas. Agora você pode descansar em paz como um verdadeiro anjo. (não vou chorar, não vou chorar, droga, malditos ninjas descascadores de cebola...)

And whispered in the sound of silence...

Para finalizar os feels, eu vou deixar umas curiosidades marotas sobre este mito.

A primeira delas é que o código de Marine do Roci era: 01746. Invertendo os números, temos 6, 4, 7 e 10, que em japonês fica Ro Shi Na Ten, sonoramente parecido com Rocinante em Japonês.

A segunda é que seu nome deriva do cavalo de Dom Quixote (pegou a referência, Capitão?). Assim como Cora, o cavalo também era bem desengonçado.

Parabéns pelo seu dia, Roci, Corazón, Cora-san ou simplesmente personagem mais mitante de One Piece. Todos nós guardaremos você com muito carinho em nossos cora-sões, você é muito especial. E se você não gosta do Cora, morra com um Gomu Gomu no Rhino na sua fuça, seu infeliz. Que no céu tenha festa todo dia pra você sempre sorrir como costumava fazer para o Law. :')

Próxima série da Netflix em parceria com a Shueisha qnn






 
Copyright © 2014 Um Pedaço. Design por OddThemes