18 de jun de 2014

Spoilers: Capítulo 750



Capítulo 750: O Estado de Guerra
A capa está incrível, Luffy, Zoro, Law e Cavendish sentados em um sofá dividido em seções, entediados. Os guerreiros do coliseu estão atrás em seus próprios painéis.

Assim que o movimento de Pica para, os guerreiros do Coliseu se adiantam em direção ao Palácio.
Os capangas tentam impedi-los, mas são derrotados facilmente.

Cinco oficiais assistem à batalha do segundo level do palácio.
Mach Vice, Dellinger, Gladius, Baby 5 e Lao G.
Deixando Zoro para lutar com Pica, Luffy e Law estão alcançando o primeiro level do palácio.
Enquanto isso, cidadãos armados perseguem Kyros, pedindo-o para se entregar.
Mas Kyros ainda tem uma missão a cumprir e se apressa passando diante deles.

Usopp e cia (Barto, Robin, Tontattas, Hack, Rebecca) estão alcançando o antigos jardins do palácio, então percebem que ele não está. Eles se unem ao Rei e Viola retorna com a chave de Law. Ela estava procurando a chave por conta própria.

O rei pergunta o por quê de ela estar se preocupando com piratas, mas Viola diz a ele que não podem contar com a "justiça" da marinha, foi o governo que empodereu Doflamingo, no final das contas. Ela está depositando suas apostas nos mugiwara. Pelo menos, suas palavras não soam ocas, e o sangue corre através delas. Suas ações são com paixão.
Leo concorda e também conta das façanhas do Deus Usopp.
Ele diz ao rei que os mugiwara são heróis e acredita neles.

Rebecca se oferece para entregar a chave a Lucy. Kabu e Leo vão escoltá-la enquanto os outros Tontattas ajudam Franky a destruir a fábrica.

No núcleo do Franky:
Franky está carregando seu Radical Beam para destruir a fábrica, mas Señor Pink nada até ele e dá um suplex alemão nele.
Pink chegou para acertar as contas. Os dois se encaram.


Os guerreiros do coliseu alcançam as paredes exteriores do palácio e a escalam. Dellinger está confuso, Bastille e Fujitora estão ambos liderando os marines na defensiva, como poderiam chegar tão rápido?
Mas Baby 5, usando binóculos, vê a razão...

Um solitário homem permanece em frente de Fujitora, Bastille e os marines.
Fujitora pede ao homem para sair do caminho. Mas Sabo responde que não pode permitir que ninguém que deseja mal a Luffy e seus aliados passe.
Fujitora pergunta a Sabo se esta é sua missão como revolucionário, mas Sabo responde que não. Esta é uma missão como irmão.
Fujitora responde: "Então é isso... de quem você é irmão?"

Fim do capítulo.

Insisto na imagem para me representar:

 
Copyright © 2014 Um Pedaço. Design por OddThemes