4 de nov de 2013

Japonega Vision: Como One Piece é visto no Japão - Parte 1

image

Fala galera! Hoje não trago uma ~novidade~, quer dizer, depende do ponto de vista. O assunto que vamos tratar agora não é novidade pra mim mas pode ser para vocês.
Essa é a parte I de três (argh, número ímpar) ~capítulos~. Essa primeira parte vai ser pra explicar alguns pontos que preciso deixar claro antes de mostrar como realmente One Piece é visto no Japão.

O tema de hoje é “Como os japoneses veem One Piece”

Primeiro vamos analisar como alguns ocidantais ficam por assistirem One Piece e outros animes: hohoho, sou otaku e manjo dos paranauê dos olhos rasgados.

É preciso deixar claro a diferença de uso da terminologia ‘otaku’ no Japão em outros lugares. Enquanto no Brasil, por exemplo, é comumente usada para designar qualquer pessoa que gosta de anime e manga, no Japão representa um grupo de pessoas praticamente marginalizados, por um lado por si mesmos, visto que são individuos fanáticos por um determinado hobby (logo não se restringe aos animes e mangás), e por outro lado pela sociedade que não aceita essas pessoas completamente alienadas.

Outros tão pouco se fodendo pro ~status~ recebido por ver anime, sou desses.

Nos países orientais animes e mangás são vistos como meros desenhos e histórias em quadrinhos que tem como público alvo todo mundo que assiste o canal aberto (o anime é como se fosse Tom & Jerry aqui, e o mangá como os quadrinhos da Turma da Mônica.)

Lá no Japão é muito comum que os fãs se revoltem com esse tratamento infantilizado que é dado a desenhos e histórias e quadrinhos, argumentando que “no Japão não é só coisa de criança, é coisa de adulto também”. Acontece que lá tem um porém muito grande. Sim, existe uma maior tolerância com jovens lerem e assistirem anime e mangá, e sim, os adultos também assistem e lêem, mas não qualquer gênero. Dentro dos trens você ve muita gente de 30, 40, 50, 60 anos lendo manga, mas não é One Piece, Naruto e etc, são mangás direcionados ao público adulto, com temas adultos que vão de política a pornografia (e isso é algo engraçado, eles não tem vergonha de ler pronografia na rua, o barato é loko!). Da mesma forma voce vê muita criança lendo Naruto, enquanto os jovens lêem mais One Piece, por exemplo.

No Japão existe um grande (grande memo) boato de que o menino Eiichiro Oda criou uma lenda. Sim babys, lá as crianças juvenis criadas a leite com pêra udon e onigiri se perguntam ”One Piece é o Dragon Ball dessa geração japonesa?”

Grande parte dos otakus brasileiros acham que TODO japonês ama anime e mangá, que todo mundo faz cosplay, que os adultos aplaudem esse tipo de comportamento e isso não é assim. Mangá e anime é bem visto enquanto forma de entretenimento, a partir do momento que sai do gosto casual para uma obsessão (por menor que seja) a coisa muda bastante, isso já atrai, se não um desprezo uma certa indisposição dos outros. Ou seja, tem muito brasileiro que acha que viver a vida como um personagem de anime é normal, mas por lá não é assim (pode até ser mais comum, mas não é visto como um comportamento saudável)

Não percam, nesse mesmo blog, com essa mesma asiática que vos falam, a parte II.

Então é isso galero, 1 beijo e um par de hashi no ouvido de vocês.

 
Copyright © 2014 Um Pedaço. Design por OddThemes